Publicado em

hp-touchpad

É impossível afirmar com absoluta certeza que uma decisão, por mais correta, levará aos resultados que dela se esperam. Tanto na vida pessoal como no âmbito corporativo, “shit happens”. A compra da Palm pela HP, por exemplo, parece um caso desses onde tudo foi decidido de maneira acertada, mas não vem dando certo e nem há sinais de melhora para situação. Uma grande aposta da HP para os recursos incorporados na aquisição da Palm, o tablet Touchpad, não consegue desencalhar das prateleiras nem mesmo com generosos descontos e promoções.

Na pré-história computação móvel, o Palm reinava quase absoluto e o Windows Mobile conquistava, quando muito, o coração de alguns desavisados. Depois que a Apple revolucionou tudo e transformou o antigo conceito de PDAs no que temos hoje nos smartphones modernos, a Palm era uma empresa com experiência em sistemas móveis que estava mal das pernas e passível de ser adquirida por uma “pechincha”. A HP, reconhecendo que controlar um ecossistema próprio é quase sempre o melhor caminho nesse mercado, comprou a Palm na esperança de tocar adiante o WebOS e fazer dele o seu carro-chefe no novo mundo onde “mobile comes first”. Movimento acertado, mas que, conforme se verifica, não deu certo e ao que tudo parece não dará certo nem a médio e nem a longo prazo.

O que parecia apenas um problema de adequação do produto ao novo mercado está finalmente tomando ares de vexame. A rede Best Buy pos à venda 270 mil unidades do Touchpad, mas afirma ser impossível vender  o tablet mesmo após anunciado um desconto de US$ 100,00 sobre o preço inicial. O resultado é que mais de 200 mil unidades do Touchpad estão encalhadas nos estoques do Best Buy que, não vendo alternativa para desocupar esse espaço, pede à HP que recolha todas as unidades do produto.

Todd Bradley, executivo da HP, deverá visitar a sede do Bestbuy para pedir paciência quanto à situação dos tablets encalhados. O executivo deverá usar ao máximo o seu poder de convencimento, tendo em vista que as queixas quanto ao desempenho de vendas do Touchpad são generalizadas. Apenas poucas unidades são vendidas por força de descontos muito generosos, o que indica a inviabilidade comercial do produto.

O mercado de tablets anda inóspito para quem quer que tente competir com o iPad. A hegemonia da Apple nesse segmento é sólida e quem começar a oferecer qualquer ameaça à maçã, por mais tímida que seja, ainda está sujeito a enfrentar uma guerra de patentes. O fracasso anunciado do Touchpad é muito mais devido à conjuntura demasiado adversa do que a falhas da HP ou da Palm. Dizem até que há mais apps especializados para o tablet com WebOS do que otimizados para o Honeycomb.

Com informações: Business Inside

Categorias: Tablets / Tags , , , , , , , , , .

Uma resposta a Touchpads encalham nas prateleiras e Bestbuy quer devolvê-los à HP

  1. Eliezer disse:

    Ou fala pra Bestbuy mandar um punhado aki pra mim!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>