asus-transformer-prime

Escrevi aqui alguns artigos que tratavam das desvantagens do Android no mercado de tablets, sobretudo no que dizia respeito ao preço e à disponibilidade de aplicativos. Com o tempo, os preços estão se acomodando,  uma vasta gama de opções vem surgindo, destacando a diversidade como vantagem da plataforma. O Android poderá tirar o sossego da Apple com relação aos tablets em 2012.

A expectativa criada em torno do Transformer Prime, da Asus, permite supor que 2012 será o ano do Android no mercado de tablets. Não o ano em que o Android irá superar o iPad nesse mercado, como já fez com o iPhone entre os smartphones, mas o período em que a plataforma irá oferecer à Apple uma concorrência à altura.

O interessante da influência quase mística que a Apple exerce sobre um rebanho de fervorosos devotos é a liberdade concedida à empresa para ousar. Qualquer produto anunciado causa alvoroço e vende incrivelmente antes que o consumidor saiba até mesmo pra que ele serve. Foi assim que o iPad abriu caminho para o mercado de tablets.

Perceba que nesse caso o raciocínio está intencionalmente invertido. Não se trata mais de uma marca que é venerada por inovar, mas de uma empresa que está livre para inovar por ter a garantia de uma legião imensa de “early adopters” que garantem o sucesso de praticamente qualquer lançamento.

A Apple é hoje uma empresa imune ao risco de ver um bom produto fracassando em vendagem, simples assim. Certas circunstâncias, equívocos de publicidade, mau momento do mercado, podem fazer de um bom produto um fiasco. Eu não teria um HP Touchpad com WebOS, mas será que ele merecia o destino que teve?

Menos de 2 anos após o lançamento do primeiro iPad, as pessoas já se convenceram de que um tablet é algo desejável, graças, em parte, ao mecanismo explicado acima, baseado em devoção. Alguns, até no governo, já tomam esses gadgets como gêneros de primeira necessidade, algo do que discordo firmemente.

O ponto é que o mercado foi desbravado graças à Apple e aos devotos e agora surge o momento para as alternativas. Estratégias como a da Asus, de furar a hegemonia do iPad oferecendo um tablet hi-end como o Transformer Prime justamente no “intervalo” entre as gerações de tablets da Apple são acertadíssimas.

A Asus vem do sucesso de um primeiro Eee Pad Transformer, que conquistou público e crítica, e prepara para a época natalina o primeiro tablet com CPU Quad-Core, baseado no poderoso chipset da nVidia, Tegra 3. Tudo isso num momento em que o consumidor já está vacilante “vale a pena comprar um iPad 2, diante da possibilidade de lançamento de um iPad 3 logo no primeiro semestre de 2012?”.

O novo Transformer é um produto é interessante e o momento não pode ser mais favorável. Além de abrir caminho para o Android no mercado de tablets, o surgimento de um modelo hi-end bem-sucedido, com hardware e construção de alto nível, pressiona toda a concorrência, forçando outros modelos a se colocarem como alternativas de tablets baratos.

Com o incremento das vendas e a consequente expansão da base de usuários, mais desenvolvedores são atraídos e o problema da carência de aplicativos vai se resolvendo. Em 2012, é recomendável que a Apple trabalhe mais com pesquisa e desenvolvimento e menos com advogados e patentes.

Categorias: Tablets Android / Tags , , .

8 respostas a Transformer Prime introduz 2012 como o ano do Android no mercado de tablets

  1. Renato Silva disse:

    A coisa está melhorando para Android, mas ainda falta um tablet bom e com preço inferior ao iPad.

    Sem falar que o próprio Android está melhor, porém ainda não é um iOS nos tablets, a carência de apps ainda é grande.

  2. Jbineli disse:

    Vou comprar – assim que tiver tempo – um Fire.
    Não pelo OS, não pelos Apps… mas pela nuvem e conteúdo da Amazon.
    Este é o grande problema que a Apple resolveu muito bem e que oxigena a cadeia de lançamento de iDevices… para a concorrência chegar perto disto tem chão.
    Como OS acho o WP cada vez mais convidativo, mas ele tem app? Eu compraria algo da microsoft para decobrir? I dont think so… Mas tomara que TUDO bombe…

  3. Pingback: Tablet bom e barato rodando Ice Cream Sandwich já é realidade

  4. Pingback: Nexus Tablet ou Nexus Tab confirmado e para muito em breve

  5. Luís Felipe disse:

    Olha, se for contar a partir do sucesso do primeiro Transformer, o Prime será o líder do mercado em breve, como aconteceu com o Galaxy SII da Samsung em relação ao Iphone4s.
    Como usuário do Transformer, posso informar que ele substituiu com folgas o uso do Notebook para fins domésticos e a trabalho. Nele, temos as funcionalidades de um tablet android hi-end, para jogos, vídeos, internet, emails, videoconferências, redes sociais e por aí vai. Já no trabalho, é totalmente compatível com todo o pacote office e mais, por mais incrível que seja, permite visualização e edição de arquivos AUTOCAD, o que para minha profissão, é fundamental, pois sou engenheiro. Nada mais de andar por aí com plantas e especificações em papel; agora, é tudo no tablet, seja onde for. Considerando que a duração da bateria, quando utilizada em conjunto com a doca (teclado), dura em média 14 horas tranquilamente, posso usar o equipamentos sem nenhuma preocupação, o tempo todo, durante o dia.
    Lá em casa, aposentei dois notebooks relativamente antigos (2006 e 2008), e passei toda a responsa para o Transformer. Claro que preciso, complementarmente, de um HD portátil, mas não é nenhum empecilho.
    Abraço!
    Felipe

  6. Pingback: Suposto Nexus Tablet poderá ser concorrente do Kindle Fire

  7. Pingback: Da hegemonia da Samsung ao tombo da HTC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>