Publicado em

Windows-Phon-Metro-UI-300x235

Conforme havia comentado, adquiri um Windows Phone para me embasar sobre a novidade e para acompanhar, desde esse “surgimento”, o que acontece com a plataforma. Estive usando o sistema e decidi passar aqui algumas resumidas impressões, baseadas na experiência de um usuário “veterano” do Android sobre o novo sistema móvel da Microsoft.

Começando do começo

Lembrando da bagunça que era minha Google Account quando peguei o primeiro Android e dos problemas que tive com isso, ao instalar o Zune, criei uma nova conta no sistema da Microsoft, a Live. Tudo vai girar em torno desse binômio Zune/Live para o usuário do Windows Phone. O Android não depende de um software de sincronização como o Zune ou o iTunes (isso é bom), mas ele gira em torno de uma Google Account e se mantém muito bem sincronizado com ela (isso é melhor ainda).

No caso do Windows Phone, o sistema é sincronizado com os serviços da Microsoft na Live, como o Hotmail, inclusive para contatos, como o Skydrive para storage na nuvem. A aquisição e instalação de apps também é feita através da sua conta na Live. O Zune é o software que está para o Windows Phone assim como o iTunes está para o iPhone. Para não esticar muito: o Zune é levíssimo e tem uma ótima e amigável interface.

Embora não simpatize com a necessidade desse tipo de software, devo confessar que o comparativo entre o Zune e o iTunes, pelo menos em ambiente Windows, é até desleal. O iTunes é uma desgraça, enquanto o Zune até que tem seus encantos.

Ainda falando em sincronização, uma boa notícia para os usuários do Android é que o sistema da Microsoft é capaz de importar seus contatos do GMail sem maiore problemas.

Aplicativos

Discute-se que o ponto fraco do Windows Phone ainda é a carência de aplicativos. Em termos numéricos, sim, a plataforma da Microsoft ainda tem muito a percorrer para chegar onde chegaram o Android e o iPhone nesse quesito. Por outro lado, o básico, vários dos melhores e mais utilizados aplicativos do Android ou do iPhone já têm a sua versão para o Windows Phone.

Ao pegar um WP7 e começar a instalação daqueles apps de primeira necessidade, como os de acesso às redes sociais, o Evernote, o Whatsapp, você verá que eles estão lá e, em alguns casos estão melhorados. As alterações do app oficial do Foursquare para integrá-lo ao estilo da Metro UI deixou o app muito mais bonito e sua utilização muito mais prática do que no Android ou no iPhone. Isso acontece com alguns outros.

Sair do básico também é possível. O app mobile do Spotify está lá e, mais uma vez, a interface foi bastante aprimorada para combinar com a Metro UI, deixando o app mais interessante do que a versão do Android ou do iPhone.

Na medida em que suas experiências vão avançando, os limites vão surgindo. Procurando apps bancários, por exemplo, até agora só o do Bradesco e o do Banco do Brasil estão disponíveis. No meu caso, que sou cliente do Itaú, tenho acesso mobile à minha conta apenas através do Android.

Outro limite que o usuário do Android vai encontrar, de cara, é o que reflete no bolso. A filosofia adotada pelos desenvolvedores no Market Place é muito mais assemelhada à vista na App Store do que à que observamos no Android Market. Os bons apps são, em geral, pagos. Para um simples client de FTP, que no Android Market você pode escolher entre boas opções de aplicativos gratuitos, no Market Place há um único, que parece bem tosquinho, e é pago.

Acredito que o trabalho dos desenvolvedores deva ser remunerado e acho uma tremenda idiotice a procura de meios de piratear apps que variam de R$ 2,00 a R$ 5,00 na maioria dos casos, mas é meio chato comprar outra vez, em uma segunda plataforma, os apps que basicamente você já tem no Android. Pior ainda para mim, que mantenho o Android como plataforma principal e uso o Windows Phone para poder escrever sobre o novo sistema.

Interface Metro UI e experiência de usuário

A Microsoft amargou derrota histórica pelos equívocos cometidos no desenvolvimento de interfaces para plataformas móveis. Sim, smartphones com o antigo e malfadado Windows Mobile estavam aí muito antes do sucesso do iPhone. Rivalizavam com desvantagem com a Palm e nunca conseguiram convencer ninguém a usar um dispositivo móvel operado através de uma interface que tentava a todo custo imitar a área de trabalho do Windows para desktops e notebooks.

Falar em Windows Mobile para a Microsoft é falar de corda em casa de enforcado. O fracasso da antiga plataforma custou à empresa a chance entrar cedo na disputa por um setor que se tornou um dos mais importantes na indústria. Com um novo nome e um sistema repensado desde suas bases, a companhia chegou um tanto atrasada com o Windows Phone, num tempo em que o Android e o iPhone estão bastante estabelecidos.

O trunfo da Microsoft, para compensar o fato de entrar consideravelmente atrasada na competição, consiste justamente na interface Metro UI, trazida no WP7. O segredo da interface é dar ao usuário acesso muito rápido e prático a tudo o que precisa, podendo usar os “hubs” distribuídos na home screen, além de contar com os apps instalados numa tela ao lado, listados simplificadamente em ordem alfabética.

O segredo aqui é estabelecer um meio-termo entre a abordagem “solta” do Android, que praticamente delega ao usuário a responsabilidade de montar a sua interface, distribuindo widgets e atalhos pela home, e a (falta de) interface que torna a experiência com o iPhone tediosa e claustrofóbica, onde tudo o que se tem é um painel com ícones de apps e nada mais.

A Metro UI vem com uma configuração sugerida bastante consistente, com os principais “hubs” distribuídos na tela principal de forma que seus contatos são facilmente acessados para interação através de vários meios, usando o telefone ou as redes sociais. Segurando por algum tempo os quadrados que compõem essa interface é possível movê-los ou substitui-los, o que dá ao usuário alguma liberdade de personalização da experiência.

Assim como no Android, a proposta é que a home screen facilite o acesso ao conteúdo e aos apps que você usa mais corriqueiramente, para que você recorra à lista de apps apenas para aqueles de uso mais eventual.

Nesse sentido, a Android ainda é capaz de oferecer uma experiência superior, mas o sistema da Google delega ao usuário a tarefa de construir a sua própria interface. Eu não troco a minha por nada, mas quantos fazem isso? Quantos usuários organizam ícones e widgets pelas home screens construindo interfaces personalizadas e adaptadas à sua própria utilização?

A Metro UI é justamente o meio termo que faltava. Nem a proposta “solta” do Android, muito dependente do empenho e da expertise do usuário, nem a limitante e claustrofóbica proposta do iOS. É bom para o usuário comum, que precisa de algo mais pronto, ao mesmo tempo em que não sufoca os que fazem questão de um espaço para organizar as coisas à sua maneira.

A verdade é que o Windows Phone chegou e parece ter vindo para ficar. Enfrenta a desvantagem de entrar tarde numa disputa com dois fortíssimos concorrentes já consolidados, mas vem apto a disputar.

Quem duvida que a Microsoft possa abocanhar sua fatia nesse mercado não deve lembrar que, no surgimento do primeiro Xbox, a expressão videogame já estava prestes a ser substituída no vocabulário por Playstation. Hoje a Sony se empenha como segunda colocada na área dos consoles. Apple e Google que se cuidem.

Categorias: windows phone 7 / Tags , .

31 respostas a Windows Phone 7.5 (Mango) sob a perspectiva de um veterano do Android

  1. José Luiz disse:

    Fala Ticiano! Primeiro parabéns pelo post. Depois, com calma, se puder fazer um vídeo explicando melhor o funcionamento do WP7 iria ajudar muito. Quem sabe no futuro troque o android pelo WP7.

  2. Abc disse:

    Também fiquei maravilhado com o WP …e então vc vai dividir o blog em dois OS ou criar outro

  3. Carlito disse:

    Parabéns por suas colocações Ticiano. Tive três droids, galaxy 7500, HTC Desire, e Galaxy S.. Ah, tive também uma malfadada experiência com HTC Diamond com win 6.5…Hurch!!! Pessoalmente me agradou a interface do novo Win 7.5, tudo nele é muito fácil, exceto:

    Compartilhamento de arquivo por Bluetooth reconhece o notebook, e os droids, mas na hora de transferir diz que é incompatível….

    Buscador Bing – No momento é terrível
    Navegador, precisa melhorar muito.
    A tela é grande mesmo, mas não se compara com a qualidade da tela do Glaxo S, quando colocado lado do galaxy S, a tela do win phone parece opaca.

    Sincronização de contatos, quando chega próximo de 1000, dá mensagem "requer atenção" e para o sincronismo… Com 2400 contatos na agenda, fica difícil.

    Sistema de navegação por GPS – Péssima em minha região ( Blumenau-SC)…

  4. Carlito disse:

    Continuação…

    Coisas positivas: A câmera é a melhor que já tive em um celular.;
    Você navega pelas telas, de forma mais fluida do que no galaxy;
    A integração com redes sociais é espetacular!
    A integração com Office também é muito boa, pena que só na web, o que torna operações simples demoradas às vezes.

    Mas concordo com você, o sistema promete; pessoalmente penso que ainda teremos que aguardar algumas atualizações..

    Mesmo com todos os pontos que precisam ser melhorados no win 7.5, creio que dificilmente voltarei para um androide, pois para utilização comercial vejo mais benefícios no mango 7.5 do que no Androide, – conta da integração com a suíte office…

    Espero que minha pequena contribuição, ajude os que pretendem trocar de aparelho e estão na dúvida entre android e win7. Peço desculpas se o texto ficou muito longo…
    Abs

    Carlito

    • cassioeskelsen disse:

      Carlito

      (sou de Blumenau tb)

      A cartografia do Bing Maps nos principais mercados é fornecida pela Nokia/Navteq, mas aqui no Brasil a Nokia nao licenciou para a Microsoft. Ao que parece, com essa nova parceria Nokia/Microsoft, isso ira mudar, mas vai demorar.
      Quem precisar muito de Navegação e quer ficar com o WP, sugiro os LUMIA que vem com o Nokia Maps, que é o mais completo sistema de navegação para smartphones, pelo menos no Brasil.

  5. Dan Martins disse:

    Como falei no twitter, curti o texto. :-)

    Escrevo o comentario de um Galaxy S II comprado ha poucos meses e encaro, literalmente, neste momento, o motivo pelo qual ainda terei de esperar algumas parcelas ate poder experimentar o WP7.5.

    Creio que a UI reformulada tanto do sistema como para apps pode vir a ser o grande pulo do gato para a plataforma. Uma coisa importante para usuarios “comuns” e conseguir entender onde esta. Padronizar a navegacao deve ajudar bastante.

  6. Marcel_16V disse:

    Bom post.
    Também estou pensando em pegar um WP7.
    Hoje estou com um SII e um Milestone (véio de guerra), acho que irei aposentar o Milestone para trocar num WP7.
    Começar a brincar nessa plataforma que, quando peguei na primeira vez, era limitada, mas a Microsoft já fez atualizações fundamentais e importantes para a vida do S.O.

  7. Mateus Pires disse:

    Sony como segunda colocada dos consoles? Tsi Tsi … =)

  8. @geollucas disse:

    Eu acho que o WP7 pode até se tornar um bom sistema para o futuro. Hoje, porém, eu só compraria um WP7 se fosse Nokia. Ainda uso um E71 juntamente com o Defy. Sou fã (não fanboy) da Nokia e desde que o symbian ficou defasado que eu aguardo o retorno da Nokia – assim como aguardo o retorno da Sony. Agora é esperar por bons modelos WP7 Nokia no Brasil.

  9. Carlito disse:

    Respondendo ao Ticiano, o meu aparelho é HTC Ultimate… A propósito, devo fazer uma correção, estava com ajuste de brilho no mínimo, por isso a tela parecia opaca… Como já havia dito, estou tendo problemas para sincronizar as conta do google, lá tenho quase 2500 contatos, pelo jeito só veio metade e não têm jeito de vir o restante – estou preocupado com o fato. Quanto a navegação do gps, espero encontrar uma solução pois em minha região tá difícil.

    Todavia tirando alguns problemas que creio sejam comuns em lançamentos, o aparelho é ótimo em usabilidade… Agora o jeito é torcer para HTC e Microsoft lançarem atualizações necessárias antes que o aparelho vire sucata… Agradeço também ao Cassio pela dica, só que agora foi, de qualquer forma vou ficar esperto na próxima mudança de aparelho, o que deve i demorar um pouquinho pra acontecer..rs!

    Abraço a todos!

    Gostei muito

    • Carlito, será que não é o caso de você se informar sobre o app de GPS da Garmin que está no Market Place. Uma vantagem do Android é que o Navigator ligado ao Google Maps é gratuito e superior a muitos sistemas de GPS pagos, mas escuto falar bem da Garmin… Talvez seja o caso de se informar melhor sobre essa opção.

    • Diego disse:

      Carlito eu n entendo,pq eu tbm tenho um HTC Ultimate e n tinve nenhum problema para sincronizar os meus contatos do google! E a respeito da tela a do ultimate na minha opinião é a melhor q tem no mercado brsileiro hj em dia!

  10. Carlito disse:

    Ticiano, esta dica é muito bem vinda…Vou olhar sim, a verdade que eu estava mal acostuma com a maravilha que é o sistema de navegação que que já vem nativo nos Droisd…rs O que está me preocupando mesmo é que não consigo carregar a minha agenda completa do google… Dos 2contatos acho que veio mais ou menos a metade…Poderia ser uma limitação de número de contatos da conta hotmail..? Sei que uma vez tentei fazer a importação dos contatos do outlook para o gmail através de um arquivo .csv e deu a mensgem que máximo permitido era 999… Espero que não tenham mantido este limite, pois nesse caso terei um problema sem solução a no curto prazo, salvo na opção de inserir um por um, o que pra mim é inviável neste momento.

    Um abs!

  11. Aderson disse:

    Já fui usuário de um Android (Milestone 2), Windows Mobile (HD2), symbian, BlackBerry etc. E cheguei ao HTC Ultimate adorando o Windows Phone Mango. Claro que ainda tem o que amadurecer, o sistema de notificações do Android, assim como a facilidade de ligar Bluetooth, Wi-Fi, etc são superiores, mas, ao meu gosto, as vantagens param por aí. Sistema pesado, duração de bateria esdrúxula, difícil de sincronizar contas de e-mail que não seja Gmail com competência, entre outros, me tiraram do Android. Para o meu tipo de uso, estou adorando o Mango.

  12. Tiago Cesar disse:

    Cara, muito bom seu texto sobre essa experiência… encontrei teu site por um acaso (Google) e fui fuçando pq tb sou um Android User/Fan.

    Acho muito interessante no Windows Phone a beleza das animações e a fluidez do sistema, e apesar de não pretender mudar de plataforma móvel eu espero que eles continuem fazendo o ótimo trabalho deles, pois obrigará a galera do Google a correr atrás do prejuízo (se houver) como já começaram a fazer com o Ice Cream Sandwich. Além do mais concorrência é boa para nós usuários e nenhuma plataforma (Android, iOs, WinPhone, WebOs) precisa sair dessa como a campeã, pois sempre haverá múltiplas necessidades que serão atendidas de maneiras diferentes.

  13. Ovidio disse:

    Tenho um Galaxy S e troquei toda a interface dele por Windows Phone. Estou usando o Launcher 7 combinado com um app de contatos, um de lock screen e o ÜberMusic com interface Metro. Gosto muito do Windows Phone. Alguém sabe se dá para hackear um aparelho nativamente android e colocar windows phone de verdade nele? Ou vou ter que esperar minha próxima aquisição (o Galaxy ainda está novo) para usar todo o potencial do Mango?

  14. Leleo disse:

    Pois eu já gosto muito da limpeza e organização do BING, fora que a busca de Imagens do BING e muito mas muito superior a do Google.

  15. hamiltoncolares disse:

    Um achado esse post. Estou neste exato momento passando pelo dilema da troca do Android por um Windows Phone. Tenho um Nexus S (o qual comprei a um ano quase, no lançamento) e me considero o tipo de usuário que o Ticiano tem chamado de "Um usuário que se desloca bem com o Android". Tenho facilidade em trocar ROMs e configurar meu Android da forma que quero. Já tive um Milestone antes do Nexus S e aprendi muito com os dois. Porém, dois pontos andam me puxando a ao menos testar um Windows Phone:
    1- A interface deles é realmente muito bonita e interessante. Não dá pra negar que chamam a atenção.
    2- Ando meio cansado de customizar o tempo todo. Não que isso não seja bom, mas chega um ponto que te cansa um pouco.
    Já uso ICS no meu Nexus a algumas semanas e a interface melhorou absurdamente. A integração com os serviços do Google, que uso muito, também é um ponto muito forte. Porém, a falta de fluidez da interface sempre me deixou "maluco". Mesmo os dispositivos top não conseguem fluidez sequer similar a iPhones ou a WPs.
    Estou realmente disposto a experimentar um WP apesar do receio. Como tenho parentes indo para os EUA em Abril, acho que vou arriscar entrar num HTC Ultimate. Se tudo der errado, vendo meu Nexus S e o HTC Ultimate e peço para trazerem um Galaxy Nexus em Abril! kkkk
    Parabéns pelo texto, me ajudou na decisão. Pena não ter conhecido seu Blog antes.

    • Valeu Hamilton. Qualquer coisa, estamos aí. Acho que nesse quesito fluidez, esses dual core baseados em hardware da Samsung chegaram no ponto que sempre esperamos chegar. Vale a pena você dar uma conferida.

  16. Leandro disse:

    Já comprei o meu Omnia W, chega esta semana!!!

  17. Parabéns pelo artigo Ticiano, uso o Android a cerca de um ano, e, confesso que estou meio desapontado com algumas coisas (a fragmentação do sistema, por exemplo)…
    Meu próximo smartphone com certeza será um Windows Phone, a única dúvida é se será o Samsung Omnia W ou se eu espero chegar os Nokia Lumia por aqui..
    A propósito, seria interessante o Droider falar sobre Windows Phone de vez em quando também… :)

  18. Pingback: O que levar em conta antes de migrar para outra plataforma

  19. Pingback: 60% dos usuários já têm a última versão do iOS, e daí?

  20. Julyelson disse:

    Tenho um LG E900 comprado na Itália. Muito bom. Já tive uma conta americana, mas mudei para poder pagar pelos meus aplicativos. Não tenho nada a reclamar, nem em questão de Wifi e bluetooth, pois o Connectivity Shortcuts me traz tudo na tela principal.

  21. Rodrigo disse:

    Pessoal, possuo um Sansung Omnia W, com sistema operacional Windows Phone 7.5 Mango. Tenho sentido a necessidade de achar no aparelho arquivos ou ficheiros, cujo conteúdo de gravação esteja no formato .gpx, porém não encontro isso. O programa que gera estes arquivos é o app Endomondo. Alguém sabe como devo proceder para achar os arquivos mencionados???

  22. LUCIANO disse:

    OLÁ, PARABÉNS PELO EMPENHO….. COMPREI UM LUMIA 800 E A PRIMEIRA DECEPÇÃO FOI TER QUE TROCAR O CHIP, QUE NO CASO DO LUMIA É MICRO…..AI PERDI MEUS CONTATOS…..MAS PASSEI UM A UM PARA O LUMIA, E DEPOIS VI QUE ESSA MER…. NÃO TRANSFERE OS CONTATOS DO CELULAR PARA O SIM…… SERÁ QUE VC TEM ALGUMA SUGESTÃO, POIS ACREDITO QUE NÃO SÓ EU, MAS MUITOS ESTÃO COM O MESMO PROBLEMA. DO MAIS, AGRADEÇO A ATENÇÃO…..

  23. Realmente estava faltando uma opinião imparcial de alguem que realmente pegou o celular e foi testa-lo por um tempo antes de fazer o post. Os demais blogs, sites e foruns de tecnologia sempre fazem materias tendenciosas exaltando que se o Market Plate tem milhares de aplicativos o S.O. é melhor,
    Estou nesse dilema de trocar de plataforma e tambem já fui usuario de Symbian, IOS, Windows Mobile e Android.
    Vou optar por um WP7 e dar a minha opinião sobre o mesmo.
    Parabens pelo post e por manter a mente aberta sobre a postagem mesmo sendo Android User.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>