Publicado em

Nokia-Maps-audio-directions-on-iPad

O Nokia Maps é o famoso sistema de navegação “turn by turn” por GPS da Nokia, com assistente de voz e tudo o que se espera de uma solução desse tipo. Até então disponível apenas em smartphones rodando Symbian, o sistema agora pode ser usado em qualquer dispositivo móvel capaz de rodar web apps baseados em HTML 5.

Para acessar a novidade, basta ir até o endereço m.maps.nokia.com usando seu iPhone ou Android (Gingerbread ou superior). Por enquanto, os comandos de navegação estão disponíveis apenas em inglês, mas o funcionamento do web app, no Galaxy S II onde testei, pareceu bem decente.

É necessário um teste de campo andando por aí com o GPS ativado para observar o uso que ele faz da conexão de dados. No caso do Navegador nativo do Android, depois de feito um cache dos mapas, a rede de dados é usada apenas para auxiliar o GPS, tendo em vista que todo smartphone é equipado com um aGPS.

No caso do Nokia Maps, em se tratando de um web app, é preciso observar como a solução lida com o cache. O sistema precisa se adequar bem às intempéries enfrentadas pelas nossas redes móveis no dia a dia. Mais informações sobre o novo app estão disponíveis no site da Nokia.

Sobre aGPS

É impressionante a confusão que as pessoas fazem sobre o funcionamento do GPS em smartphones. É muito comum a reclamação “poxa… essa droga de GPS só funciona com a rede de dados”. Amigo, “essa droga” foi projetada, em termos de hardware, para isso.

Um aGPS (ou GPS assistido) é empregado em sistemas nos quais, presume-se, haverá uma conexão de dados disponível. Isso permite equipar com GPS dispositivos muitíssimo miniaturizados e economizar um pouco de bateria durante o uso desse recurso. Esses sistemas comparam informações vindas da rede de dados, como a triangulação das torres de telefonia móvel, com as obtidas pelo GPS, para ganhar eficiência.

Eventualmente, com mais frequência em alguns dispositivos e menos em outros, um aGPS pode funcionar independente da rede de dados. Esse não é o modo de operação normal e é previsível que ele perca precisão e rendimento dessa forma.

O uso de dados pelo aGPS é irrisório. No caso do Android, se o Navegador do Google Maps já possuir os mapas em cache, eliminando o uso da conexão pelo software, o volume de tráfego demandado pelo aGPS é irrisório. Dessa forma, assim como no assunto das baterias, espero pelo menos reduzir a confusão estabelecida.

Categorias: Smartphone / Tags , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>