Publicado em

Não sou do tipo que usa tanto o smartphone com jogos. O que joguei mais tempo foi realmente o Angry Birds. Para falar a verdade, em todas as situações em que preciso transformar o smartphone num passa-tempo, acabo preferindo uma boa leitura, através de aplicativos que acessem meus feeds de notícias do Google Reader. Mas, como todo mundo que cresceu nesse “mundo digital”, não tenho nada contra um joguinho. Se você tá esperando no salão para cortar o cabelo, até o mais idiota dos joguinhos para smartphone é melhor do que ler Caras.

O pessoal do Olhar Digital acabou de soltar uma nota sobre o Game Gripper, que é mais uma dessas soluções que permitem acoplar um verdadeiro gamepad ao seu smartphone. A grande vantagem de um equipamento desse tipo é que ele cria a possibilidade de usar jogos que não foram desenvolvidos especialmente para um smartphone (ou até aqueles que foram, mas não com muita eficiência).

Jogos desenvolvidos para smartphone devem fazer bom uso do acelerômetro e da tela touch como formas de controle, dispensando os controles tradicionais de video-games. Por outro lado, há alguns que não foram tão bem pensados nesse sentido e, além disso, há os emuladores, através dos quais você pode executar joguinhos clássicos dos consoles que fizeram parte da sua infância. Nesse tipo de situação, uma solução como o Game Gripper se faz quase que obrigatória. O mais contra, no momento, é a disponibilidade restrita a poucos modelos, até porque ele serve apenas para modelos que disponham de teclados físicos.

Uma boa alternativa para quem possui modelos sem teclado físico é esse chinezinho aqui, que funciona “agarrando” o celular e fazendo conexão via bluetooth, mas ele vive fora de estoque no Deal Extreme. Quem souber onde ele está disponível, favor avisar nos comentários.

Categorias: Smartphone / Tags , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>