Nos condomínios, as empregadas domésticas e os porteiros já tinham algo muito semelhante ao Twitter antes mesmo de se ouvir falar em internet, antes até das velhas BBSs.

[......]

Leia mais