android-ice-cream-sandwich-003

Algo interessante com relação ao Android 2.3 (Gingerbread) é que essa versão do sistema operacional deve ter sido, até hoje, a mais abrangente, quando tomamos os modelos que receberam o update. Praticamente toda a linha mais recente da Samsung, incluindo Galaxy 551, Galaxy Ace e modelos de “android barato” também da LG, como o Optimus One receberam esse pão de gengibre. Com relação ao Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) temos motivos para suspeitar que ele não venha a ser tão democrático, ficando restrito a dispositivos de hardware mais robusto.

Bom o “estudo” referido no título é apenas uma gozação com o estilo de alguns grandes portais. A suspeita de que o ICS não será disponibilizado para as linhas de entrada é minha, com base na observação de eventos recentes.

Peguemos, por exemplo, a Samsung. A coreana tem se mostrado preocupada em zelar sua imagem com relação a updates do Android. Praticamente toda a linha atual se encontra no Android 2.3.* (Gingerbread), incluindo aí os modelos mais econômicos, com exceção do Galaxy 5 que oficialmente parou no Froyo. A decisão de privar o Galaxy S do update para o Android 4.0 tem seu preço e a empresa sabe disso.

Diante desses fatores, é presumível que o argumento utilizado para negar a atualização tenha algo de verdadeiro. Quando digo “algo de verdadeiro”, me refiro à alegação de que o Galaxy S não seja capaz de rodar um ICS modificado pela Samsung, ou seja, coberto pela Touchwiz. O sistema puro, tal qual fornecido via AOSP, é claro que o aparelho é capaz de rodar, tendo em vista que ele está rodando no Nexus S, que tem hardware praticamente idêntico.

Se o Galaxy S, que apesar de ser um smartphone com mais de um ano de idade, possui um hardware bastante robusto, não é capaz de rodar a contento o ICS com algum “peso extra”, é de se presumir que o sistema, por mais limpo que seja a compilação, não seja viável para os modelos de entrada. Esses modelos são baseados em hardware bastante inferior ao do Galaxy S em absolutamente todos os quesitos.

Vi por esses dias o Nexus S rodando o ICS e, bem, o aparelho está rodando bem o novo sistema, mas não há qualquer indicativo de se tratar de uma versão do Android apropriada para configurações mais modestas de hardware. Não roda pesado no Nexus S, mas o manuseio da interface e dos apps não causa impressão de que o Android esteja ali rodando com muita folga. Vale ressaltar que o Ice Cream Sandwich herda muito do Honeycomb, versão do Android dedicada aos tablets e que ficou restrita, basicamente, a dispositivos com processadores dual core.

Ou seja, diante daquele velho questionamento “será que meu Android receberá esse update”, eu diria que dessa vez será aberta uma lacuna que não passa simplesmente por má vontade dos fabricantes ou das operadoras. Dessa vez a situação é um pouco mais delicada e, muito provavelmente, os modelos de hardware mais simples não deverão receber, sequer, custom ROMs baseadas no Cyanogen Mod 9. Modelos com hardware similar ou ligeiramente superior ao Galaxy S deverão ser atualizados, oficial ou extra oficialmente. A maior parte do que temos por “androids baratos” deverá ficar de fora até mesmo das custom ROMs.


Posts Relacionados:

  1. Android 4 (Ice Cream Sandwich) e Galaxy Nexus serão anunciados na semana que vem
  2. Samsung confirma Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) para mais dispositivos da linha Galaxy
  3. Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) para o Galaxy S no horizonte
  4. Primeiro beta do Android 4.0 Ice Cream Sandwich para o Galaxy S II i9100 em alguns dias
  5. Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) para o Galaxy S II desenvolvido pela comunidade avança rapidamente
Categorias: Android / Tags , .

Uma resposta a O Ice Cream Sandwich será um Android menos democrático, aponta estudo

  1. Pingback: Motorola ACTV, o relógio inteligente, recebe adaptação do Ice Cream Sandwich

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>