Publicado em

thermite reaction

Você compra aquela super bateria com muitos mili-amperes hora extras e espera ter uma maior autonomia de uso do seu smartphone entre as recargas. Recebe a encomenda, coloca a nova bateria no Android ansioso para ver seu desempenho. As cenas de terror começam imediatamente. Seu smartphone começa a empenar, mudar de cor, e literalmente derrete na sua frente. Isso não é um pesadelo, tem acontecido de verdade com alguns usuários de baterias genéricas.

Confesso que fui um usuário dos mais incautos de baterias genéricas no primeiro Galaxy S. Cheguei a usar bastante aquele tijolão de 3500mAh, inclusive. No Galaxy S II, decidi esperar mais um pouco e observar melhor as discussões sobre o tema no fórum do XDA Developers. Esse relato do aparelho que derreteu não é a primeira história desse tipo a ser relatada por lá.

Claro, não é toda bateria genérica que vai chegar do eBay e explodir o seu smartphone no mesmo dia. O problema, de fato, é que essas peças de procedência duvidosa são fabricadas sem rigor no tocante ao controle de qualidade. Algumas podem vir com a capacidade de carga bem menor do que a declarada, outras podem vir com outros tipos de mau funcionamento, e algumas poderão ser daquelas de explodem ou derretem. Não acho que valha a pena fazer essa roleta russa num smartphone tão caro.

Categorias: Android / Tags , .

6 respostas a Baterias “genéricas” podem destruir seu smartphone

  1. @DanAoraki disse:

    E tem algum lugar confiável pra comprar bateria pra Smartphone?

    • Há peculiaridades para cada modelo. São marcas alternativas que, nas experiências trocadas nos fóruns como o do XDA, se revelam mais confiáveis do que essas totalmente "genéricas".

      Uma prática que mantenho desde que comprei meu primeiro Android é usar o fórum específico daquele modelo lá pelo XDA como fonte de informação. Tem gente do mundo inteiro trocando experiência ali. No Brasil, tem o Brasil Droid também que possui um bom fórum.

  2. Paulo Rocha disse:

    Eu que não arrisco o meu investimento, uso o meu smartphone prá trabalho, não para rodar joguinhos e ouvir musiquinha.

  3. Rodrigo disse:

    senti falta da opção de compartilhar a informação nas redes sociais ou enviar por email…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>