Publicado em

Antivirus Android

Tudo bem, os casos de malwares que podem afetar o Android estão se tornando cada vez mais frequentes e, de certa forma, isso era até previsto. É uma consequência direta de certas decisões tomadas pela Google na gestão da plataforma, além de ser também uma decorrência daquela velha regra de que o sistema operacional mais popular tende a atrair mais pragas, por motivos óbvios.

Acontece, não obstante alguns malwares terem surgido no próprio Android Market, que as medidas de precaução para que se possam evitar problemas dessa natureza são muito básicas. Ninguém precisa ser um expert em segurança de sistemas para tomá-las.

Em qualquer sistema, um antivírus será sempre um peso extra, ocupando memória RAM e tendo lá o seu impacto sobre o desempenho geral. Num dispositivo móvel, precisamos pensar ainda nas consequências do uso desse tipo de app sobre a duração da bateria.

Tudo bem, haverá sempre aqueles desenvolvidos de forma mais inteligente, mais leves e que consomem menos bateria, mas a questão é: você realmente precisa deles? Será que um pouco de bom-senso não acaba sendo até mais eficaz?

Como disse acima, entre os malwares já surgidos para o Android, os mais perigosos são, obviamente, aqueles que entraram no próprio Android Market. Por outro lado, nunca vi qualquer desses malware surgir afetando apps que eu costumo usar ou que eu cogitaria usar. As listas de apps afetados trouxeram, em todas as ocasiões, aplicativos ou games obscuros dos quais eu sequer ouvi falar, que nunca estiveram instalados no meu smartphone e nunca teriam a chance de estar, pois com um pouco de vivência ali pelo Android Market você desenvolve facilmente a capacidade de distinguir bons apps de uma tralha qualquer.

Dessa forma, eu colocaria uma primeira precaução básica: escolha o que você instala, mesmo no Android Market. Não saia enfiando no seu aparelho qualquer tralha que vê pela frente. Para isso basta olhar a avaliação feita daquele app e o número de downloads. Algo mal avaliado (poucas estrelinhas), lançado há bastante tempo e que ninguém baixa, certamente não merece estar no seu smartphone, com ou sem malware.

A segunda precaução é: instale apps apenas de fontes que são, em tese, confiáveis, como o próprio Android Market ou a App Store da Amazon, por exemplo. Isso porque, mesmo já tendo surgido casos de apps infectados no Android Market, eles foram banidos de lá em pouco tempo. Se você navega pelo underground da internet em busca, muitas vezes, de apps piratas, você pode se ferrar e ninguém ficará com peninha. Se eu fosse desenvolvedor e tivesse um app à venda por US$ 0,99, eu mesmo colocaria uma versão pirata dele com malware solta por aí, de preferência com um vírus que detonasse o bootloader dos aparelhos ou corrompesse o IMEI, só pra ser bem cruel mesmo. Inclusive, trojan justiceiro é uma coisa que já surgiu nesses meios.

A terceira é: você não tem nada que permitir a instalação de apps enquanto navega. Conhecendo um pouco o Android, é preciso uma tremenda ingenuidade para clicar em “Install” em algo que aparece se oferecendo para ser instalado no seu aparelho enquanto você navega sei lá por onde, provavelmente em algum site de pornografia hardcore. Esse não é o meio usado para instalar apps no sistema. Mesmo um plugin do navegador nunca surgirá para ser instalado no próprio site. Nessas situações, você será conduzido para o próprio app do Android Market para instalar o plugin.

A última, e mundialmente famosa, é aquela recomendação para que você atente para as permissões pedidas por qualquer app durante a instalação. Não faz sentido que um game tenha permissão para interferir nas suas chamadas telefônicas ou enviar SMS, por exemplo. As permissões devem sempre ser observadas e os apps e games com permissões suspeitas, evitados.

Enfim, a verdade é que os cuidados para evitar vírus no Android acabam sendo mais básicos do que num PC com Windows e eu só mantenho Antivírus instalado no meu PC com Windows porque, eventualmente, outra pessoa pode usá-lo para ver seus e-mails e tem sempre aquele cara que clica no link do e-mail prometendo fotos desinibidas de uma gostosa que está caidona por ele, mesmo ele sendo um komenyngen e sabendo que as chances disso acontecer são classificadas, na matemática, como tendentes a zero.

Para os paranóicos que mesmo assim desejem escolher um antivírus para o Android, acredito que a melhor solução hoje seja o Lookout Mobile Security.

Categorias: Android / Tags , , , , , , .

20 respostas a Antivírus no Android, você precisa mesmo de um?

  1. wallacywm disse:

    Pra uma pessoa ter seu sistema android infectado, tem que ser muito displicente mesmo.

  2. @dsdebastiani disse:

    Belo post Ticiano. Uma coisa em que as pessoas tem dúvidas as vezes, é sobre o significado de cada tipo de permissão. Por mais que elas venham com uma descrição sempre surge uma pontinha de dúvida. Por exemplo a permissão Chamadas de Telefone (ler o estado do telefone e identificar) solicitada pelo app Google+, não deixa claro para que o app quer essa permissão. Será efetuar chamas? Ver quem me liga? Saber para quem estou ligando? Isso pode fazer com que os usuários não deem a devida atenção às permissões. Uma dica que dou, seria fazer um post explicando as várias permissões que um app pode pedir, e o motivo de um app pedir tal permissão. Abraços.

  3. gilvanritter disse:

    Verdade, embora o Google não tenha um filtro tão rigoroso quanto a apple em relação aos apps no market, os apps suspeitos nunca são os tops, nem tem boa avaliação, tem poucos downloads etc.. é bem óbvio, é fácil perceber quando o app não é boa coisa, só descuidados mesmo. Já os apps piratas, que são distribuidos em versões full por ai, estes sim é complicado, na dúvida, nunca, nunca instale hehe, se bem que a maioria dos apps que tenho instalado no meu são gratuitos ou versões lite que me satisfazem pro que preciso, o que eu realmente não suporto, e já dei jeito de tirar são aqueles ads, prefiro isso a instalar apps piratas, e enquanto tiver formas de rootar e tirar os ads vou usá-las, mesmo que seja "contra" as ideias do google e as vontades dos desenvolvedores, a interface do apps (que já não é muito bonitinha-comparado com os do iOS) fica horrível, poluída com os ads, e no meu LG p500 de 600 pila que já tem uma tela pequena 3.2' simplesmente não dá, tem apps que os ads ocupam uns 30% do espaço útil..

  4. Rafael costa disse:

    Concordo plenamente! Utilizo o lookout pelo recurso de localizar o telefone em caso de perda e acabo tendo a tal proteção de navegação e instalação de arquivos.

  5. Pingback: Android ultrapassa Symbian como o mais visado para ataques

  6. Priscila disse:

    E quanto aos virus na navegação de internet ? sou totalmente leiga no assunto rs

    • Qualquer coisa que suportamente venha a ameaçar o seu Android irá abrir aquela tela de instalação de app onde você vê uma lista de permissões e concorda ou não com a instalação. Para que isso aconteça durante a navegação, é preciso que um .APK seja baixado, exiba a tela de instalação e você autorize essa instalação. Não existem infecções por controles ActiveX como acontece com o Windows e Internet Explorer, por exemplo.

  7. Pingback: Antivírus no Android continua sendo bobagem, em detrimento dos "estudos"

  8. Pingback: Alarme sobre crise de insegurança no Android é puro charlatanismo, segundo executivo da Google

  9. keypton disse:

    Belo Post amigo… estava na dúvida se instalava ou não, agora tenho certeza que não instalo… abs…

  10. samuel disse:

    OoOW cara o seu ponto de vista é muito conficente realmente não existe necessidade de utilizar um anti virus apenas tomar os cuidados normal que ja temos com a internet no pc no SMART tbm parabens…

  11. Amanda disse:

    Olha… ontem eu fui no Android Market para baixar o Viber… confiável, teoricamente. Aí ele pedia p colocar o código que eu deveria receber por SMS p poder usar o App… e caso eu não recebesse o código, para clicar num link. Como não recebi o SMS com o código, cliquei no tal link e abriu uma página do Viber msm que ficou carregando um tempão. Depois disso, meu celular travou, desligou e nenhum botão que eu apertava funcionava! Tive que tirar a bateria, colocar de novo p fazê-lo funcionar. Aí já desinstalei o Viber, passei o antivírus e ele foi voltando ao normal aos poucos…. Creio que isso foi um vírus, certo? E se foi, será que ele foi realmente removido do meu celular, uma vez que o antivírus não detectou nada?
    Agradeço pela ajuda – antecipadamente. =)

    • Guima disse:

      Instalei ontem o viber e pra obter o código tbm fiz a chamada e uma voz com sotaque portugues passou o código e funcionou. O torpedo do viper chegou depois de alguns minutos.

  12. Pingback: Mudança no Android Market cria uma nova camada de segurança

  13. Rogerio disse:

    acho que o android deveria ter uma senha root para fazer auterações , instalações etc. como no Linux isso iria dar muito mais segurança.

  14. allikael disse:

    obrigado pelos toques cara

  15. Mangraviti disse:

    Estava relutante a usar o Android e queria acreditar que o Symbian ia ressurgir das cinzas. Mas meu palpite foi errado e o Symbian realmente morreu.
    Sou fã de opensource e uso Linux em vários PC's em casa (por ironia, esse PC de onde escrevo tem Windows) e por isso jamais compraria um Apple ou Blackberry – nem muito menos um Windows Phone.
    Enfim… Comprei um Samsung Galaxy Ace – que é um modelo nem tão ruim; nem tão bom… No princípio odiei o Android mas acabei me acostumando com o novo sistema em poucos dias. Acho que há muita coisa a ser feita para tornar o sistema mais eficiente, como um suporte nativo a chamadas de vídeo e uma maneira mais organizada de guardar os apps nas páginas dos menus… Ficam todos os apps amontoados, jogados de qualquer jeito… O ideal seria uma única página com scroll e pastas dentro dessa página onde você colocaria os atalhos dos apps… Mas enfim… Tirando isso, achei bem razoável o sistema.
    No quesito segurança, confesso que não dei muita bola para isso logo de cara porque conheço o kernel Linux e o Android carrega essa segurança no seu kernel (que também é Linux).
    Mas acabei fazendo o root no sistema e instalei o Avast pois achei bacana o sistema anti-roubo que só pode ser instalado como root. Resultado: me arrependi. O Avast em si não serve para nada, além de consumir recursos do meu celular meia boca. Vou desinstalar assim que tiver paciência.

  16. @JeanPinatti disse:

    Sempre achei desnecessario antivirus ate mesmo pra computador pois é bem raro o meu antivirus detectar alguma coisa. Sou muito cuidadoso apesar de baixar bastante coisas. Agora comprei um smartphone e antes de instalar antivirus dei uma pesquisada pela internet pra ver se realmente seria necessario. E a maioria recomenda antivirus mesmo sem nunca ter pego um. Mas sim eles existem entao resolvi instalar. O avast pois em testes ele se saiu bem. Mas percebo que meu celular anda meio lento. Desinstalei e melhorou. Vou testar outros pra ver se sao mais leves caso contrario vou deixar sem.

  17. Vinicius disse:

    Gostaria de saber se mesmo atualmente não é necessário mesmo usar antivírus ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>